Vamos falar sobre câncer ou não?

medico paciente

POR QUE NEM TODOS OS PACIENTES REVELAM QUE TÊM A DOENÇA, MESMO PARA AMIGOS E FAMILIARES? E POR QUE NEM TODOS OS FAMILIARES FALAM PARA O PRÓPRIO PACIENTE QUE ELE TEM A DOENÇA?

(mais…)

Compartilhe no Facebook

Digite seu endereço de e-mail e fique informado gratuitamente e clique em ENVIAR:






Hábitos mais saudáveis nos deixam menos suscetíveis ao câncer

As políticas adotadas para que a população em geral se torne mais saudável e menos suscetível ao desenvolvimento do câncer são fundamentais.

Com base nisso, Ana Paula Martins, pesquisadora de alimentos do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), apresentou o Guia Alimentar para a População Brasileira do Ministério da Saúde (veja quadro), que contém ferramentas para uma melhor alimentação. “Trabalhamos para garantir o direito à informação adequada com rela- ção à alimentação. Também queremos melhorar a legislação dos alimentos, referente à qualidade e à publicidade, e ainda ampliar o consumo de alimentos orgânicos e agroecológicos.”

(mais…)

51% dos brasileiros nunca consultaram um urologista

UROLOGISTA

CÂNCER DE PRÓSTATA – 51% dos brasileiros nunca consultaram um urologista

O dado é fruto de um estudo realizado neste ano pela Sociedade Brasileira de Urologia. E passa também pelo falado toque retal. O exame leva apenas alguns segundos, mas falar sobre isso ainda causa preconceito. O que é preocupante, já que 69 mil homens por ano descobrem ter um câncer de próstata e esse simples exame pode diagnosticá-lo precocemente.

(mais…)

As novas drogas devem estar disponíveis no SUS mais rapidamente

novas drogas

Todos os anos, novas tecnologias são apontadas como ideais para o diagnóstico e o tratamento do câncer. Os avanços científicos não param, mas infelizmente nem todos os pacientes conseguem ter acesso a eles. Muitas dessas tecnologias têm alto custo, e os recursos da saúde pública são limitados. Por esse motivo, incorporar no SUS não é algo fácil, e a judicialização se tornou um grande problema.

De acordo com a Dra. Aline Silveira, do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde da Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS), o fluxo para a incorporação é o seguinte: a Conitec recebe o pedido de incorporação; faz a análise dos estudos enviados pelo consultante; o plenário (Conitec) avalia e faz uma primeira recomendação; vai para Consulta Pública, para que a sociedade avalie e dê sua contribuição em um período de 20 dias; um relatório com tais informações é feito e volta para o plenário; e o último estágio é o envio para a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, do Ministério da Saúde, que fará a aprovação final.

(mais…)

Página 9 de 390« Primeira...7891011...203040...Última »