O que é o Mieloma Múltiplo?

O que é o mieloma múltiplo?

O mieloma múltiplo é um câncer formado por células plasmáticas malignas. As células plasmáticas normais encontram-se na medula óssea e são uma parte importante do sistema imunológico.
O sistema imune é constituído por vários tipos de células que funcionam em conjunto para combater infecções e outras doenças. Os linfócitos (células linfáticas) são o principal tipo de célula do sistema imune. Os tipos principais de linfócitos são as células T e células B.
Quando as células B respondem a uma infecção, eles amadurecem e se transformam em células plasmáticas. As células plasmáticas produzem os anticorpos (também chamados de imunoglobulinas) que ajudam o corpo no ataque para matar os germes. Os linfócitos estão em muitas áreas do corpo, tais como os nódulos linfáticos, medula óssea, intestino, e corrente sanguínea. As células plasmáticas, no entanto, são encontradas principalmente na medula óssea. A medula óssea é o tecido mole dentro de alguns ossos ocos. Além das células plasmáticas, a medula óssea normal tem células que formam as diferentes células sanguíneas normais.
Quando as células plasmáticas se tornam cancerosas (malignas) e crescem fora de controle, elas podem produzir um tumor chamado de plasmocitoma. Estes tumores geralmente se desenvolvem em um osso, mas também são raramente encontrados em outros tecidos. Se alguém tem apenas um tumor de células plasmáticas único, a doença é chamada de plasmacitoma isolado (ou solitário). Se alguém tem mais do que um plasmacitoma, eles têm mieloma múltiplo.

 

Baixa contagem sanguínea

No mieloma múltiplo, o crescimento excessivo de células plasmáticas na medula óssea pode tomar o lugar de células normais formadoras do sangue, levando a baixa contagem do sangue. Isto pode causar anemia – pela escassez de células vermelhas no sangue. O indivíduo com anemia torna-se pálido, fraco e cansado. O mieloma múltiplo, também pode fazer com que o nível de plaquetas no sangue se torne baixo (chamado trombocitopenia). Isso pode levar a um aumento de hemorragias e hematomas. Outra condição que pode se desenvolver é leucopenia – uma escassez de glóbulos brancos normais. Isto pode levar a problemas ao combater as infecções.

 

Problemas ósseos e o cálcio

As células de mieloma também interferem com as células que ajudam a manter os ossos fortes. Os ossos estão constantemente sendo refeitos para que se mantenham fortes. Dois tipos principais de células ósseas normalmente trabalham juntos para manter os ossos fortes e saudáveis. As células que estabelecem novos ossos são chamados osteoblastos. As células que destroem o “osso velho” são chamados de osteoclastos. As células de mieloma produzem uma substância que informa os osteoclastos para acelerar a dissolução (destruição) do osso. Uma vez que os osteoblastos não recebem um sinal para colocar para a reposição do “novo osso”, o osso velho é degradado sem osso novo para substituí-lo. Isso faz com que os ossos fiquem fracos e quebram facilmente. Ossos fraturados são um grande problema em pessoas com mieloma. Este aumento na destruição óssea também pode aumentar os níveis de cálcio no sangue. (Problemas causados por elevados níveis de cálcio são discutidos na seção “Como é diagnosticado o mieloma múltiplo?”)

Infecções

As células plasmáticas anormais não protegem o corpo contra infecções. Como mencionado anteriormente, as células plasmáticas normais produzem anticorpos que atacam os germes. Por exemplo, se você desenvolveu pneumonia, células plasmáticas normais devem produzir anticorpos destinados à bactérias específicas que estavam causando a doença. Estes anticorpos ajudam o corpo a atacar e matar as bactérias. No mieloma múltiplo, as células do mieloma se aglomeram nas células plasmáticas normais, de modo que os anticorpos para combater infecção não podem ser produzidos. O anticorpo produzido pelas células do mieloma não ajuda a combater infecções. Isso porque as células do mieloma são apenas muitas cópias da mesma célula plasmática – todos fazendo cópias exatas (ou monoclonal) do mesmo anticorpo.

 

Problemas nos rins

O anticorpo produzido por células de mieloma pode prejudicar os rins. Isto pode levar a danos no rim e até mesmo insuficiência renal.

 

Gamopatia monoclonal

Ter muitas cópias do mesmo anticorpo é conhecido como uma gamopatia monoclonal. Esta condição pode ser encontrada com um exame de sangue. Embora as pessoas com mieloma múltiplo têm uma gamopatia monoclonal, nem todos com gamopatia monoclonal tem mieloma múltiplo. Também pode ocorrer em outras doenças, tais como a Macroglobulinemia de Waldenstrom e alguns linfomas. Também pode ocorrer em uma doença conhecida como gamopatia monoclonal de significado indeterminado (GMSI), o que não causa problemas sintomas iguais ao mieloma. No entanto, algumas pessoas com GMSI, eventualmente desenvolverão mieloma múltiplo ou outras doenças.

 

Compartilhe no Facebook

Digite seu endereço de e-mail e fique informado gratuitamente e clique em ENVIAR: