Mesotelioma

Mesotelioma é um tipo de câncer que ocorre nas camadas mesoteliais da pleura, pericárdio, peritônio e da túnica vaginal do testículo. É mais comum em homens que em mulheres.

Histórico:

Quase sempre é causado devido a exposição ao amianto. Nesta doença, células malignas se desenvolvem no mesotélio, um revestimento protetor que cobre a maioria dos órgãos internos do corpo. O seu local de acometimento mais comum é a pleura (o revestimento externo dos pulmões e da parede torácica interna), mas também pode ocorrer no peritôneo (revestimento da cavidade abdominal), no coração, no pericárdio (um saco que envolve o coração) ou na túnica vaginal.

A maioria das pessoas que desenvolvem mesotelioma trabalharam em empregos nos quais foram expostas e inalaram partículas de asbesto, ou elas foram expostas a poeira de asbesto e fibras de outras maneiras. O ato de lavar as roupas de um membro da família que trabalhou com asbestos também pode colocar uma pessoa em risco de desenvolver mesotelioma. Ao contrário do câncer de pulmão, não há associação entre o mesotelioma e o tabagismo, mas o tabagismo aumenta muito o risco de outros cânceres induzidos pelo amianto.

Diagnóstico:

Para confirmar o diagnóstico de mesotelioma, um médico poderá solicitar:

– Biópsia

– Exames de ultrassonografia

– Tomografia cumputadorizada

Sintomas:

Os sintomas do mesotelioma incluem falta de ar devido a derrame pleural (fluido entre o pulmão e a parede torácica) ou dor na parede torácica e sintomas gerais como perda de peso. O diagnóstico pode ser suspeitado com um raio-x de tórax e uma tomografia computadorizada, sendo confirmado através de uma biópsia (amostra de tecido) e exame microscópica. Uma toracoscopia (a inserção de um tubo com uma câmera no tórax) pode ser usada para retirar biópsias. Ela permite a introdução de substâncias como talco para obliterar o espaço pleural (procedimento conhecido como pleurodese), o que previne que mais fluido se acumule pressionando o pulmão.

Tratamento:

O tratamento consiste em:

– Cirurgia para a retirada do tumor

– Quimioterapia para matar possíveis células cancerígenas que não são enxergadas a olho nú durante a cirurgia

– Radioterapia para insenficar o tratamento e melhorar a qualidade do mesmo

Pesquisas sobre exames de rastreamento para detecção precoce do mesotelioma estão em andamento.

Publicações

Cartilha do INCA sobre o Mesotelioma (clique aqui) – http://www1.inca.gov.br/inca/Arquivos/publicacoes/Folder_Mesotelioma.pdf

Compartilhe no Facebook

Digite seu endereço de e-mail e fique informado gratuitamente e clique em ENVIAR:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *