Menino de 8 anos na Bahia é caso raro de criança diagnosticada com mieloma múltiplo no mundo

Mieloma é um câncer que atinge, normalmente, pessoas acima dos 65 anos

hospital bahiaHospital Roberto Santos é um dos locais onde pacientes oncológicos podem receber atendimento. Reprodução/Facebook
Hospital Roberto Santos é um dos locais onde pacientes oncológicos podem receber atendimento. Reprodução/Facebook

Um caso raro de mieloma múltiplo foi detectado na Bahia. Uma criança de oito anos foi diagnosticada com a doença, que tem maior incidência em pessoas com mais de 65 anos. Apenas 2% dos casos acometem pessoas em idade inferior. Este é o primeiro caso registrado de mieloma em crianças. Antes disso, havia o registro de uma mexicana de 12 anos com a doença.

O estudo publicado em uma revista científica afirma que o diagnóstico foi feito após a criança se queixar de uma dor lombar. Os exames comprovaram que além da inflamação em uma vértebra da coluna, ele apresentava anemia grave. A médica que o atendeu desconfiou dos sintomas e pediu exames específicos que comprovaram o câncer: mieloma múltiplo.

A Sesab (Secretaria de Saúde do Estado) informou que não tem a estastistíca exata de quantas pessoas possuem a doença no Estado, mas afirmou que em 2014, 204 pessoas foram internadas com mieloma em hospitais do SUS (Sistema único de Saúde) e 144 vieram a óbito. De janeiro até julho deste ano, foram internadas 100 pacientes e 68 vieram a óbito.

A doença

O mieloma múltiplo é uma doença hematológica. Trata-se de um câncer, que afeta os plasmócitos- célula que produz os anticorpos do nosso corpo. Ela é a segunda neoplasia hematológica mais comum, ficando atrás apenas do linfoma.

Sintomas

Clinicamente a doença tem quatro alterações básicas: anemia, insuficiência renal, lesões ósseas e hipercalcemia.

Diagnóstico

Um exame simples pode detectar a doença, chama-se a eletroforese proteína. O médico hematologista Edvan Crusoé ressalta que é importante estar atento aos sintomas e fazer o exame o quanto antes.

Causa

A literatura médica ainda não dispõe de informações sobre a causa do mieloma múltiplo.

Tratamento

*Quimioterapia em altas doses: conhecida popularmente como transplante de medula óssea autólogo- feito com as próprias células do paciente.

*Quimioterapia

*Observação: depois do tratamento com quimioterapia, o paciente fica em observação.

De acordo com o hematologista, apenas cerca de 30% dos pacientes com a doença conseguem fazer o transplante, por causa das cargas clínicas que já acometem os idosos.

Locais para tratamento

Ainda de acordo com a Sesab, os pacientes diagnosticados com o mieloma múltiplo podem procurar atendimento nos seguintes hospitais:

Feira de Santana

Hospital Dom Pedro de Alcântara/Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santana (Unacon com serviços de Hematologia)

Ilhéus

Hospital São José Maternidade Santa Helena/Santa Casa de Misericórdia (Unacon)

Itabuna

Hospital Calixto Midlej Filho (Unacon com serviço de Radioterapia)

Hospital Manoel Novaes (Unacon com serviço de Radioterapia)

Juazeiro

Hospital Regional de Juazeiro (Unacon)

Salvador

Hospital São Rafael/Fundação Monte Tabor (Unacon com serviço de Radioterapia)

Hospital Professor Edgard Santos/Hospital Universitário MEC-Universidade Federal da Bahia/Fapex (Unacon com serviço de Hematologia)

Hospital Aristidez Maltez/Liga Baiana Contra o Câncer (Cacon com serviço de Oncologia Pediátrica)

Hospital Martagão Gesteira (Cacon exclusivo de Oncologia Pediátrica)

Hospital Geral Roberto Santos/Sesab (Unacon)

Centro Estadual de Oncologia – Cican/Sesab (Unacon)

Hospital Santa Isabel/Santa Casa de Misericórdia da Bahia (Unacon com serviços de Radioterapia e Hematologia)

Hospital Santo Antonio/Obras Sociais Irmã Dulce (Unacon)

Teixeira de Freitas

Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (Unacon)

Vitória da Conquista

Hospital Geral de Vitória da Conquista (Unacon com serviço de Radioterapia)

Conquista Assistência Médica Ltda. (Unacon com serviço de Radioterapia)

*Colaborou a estagiária Kátia Prado

Com informações do Portal R7

Compartilhe no Facebook

Digite seu endereço de e-mail e fique informado gratuitamente e clique em ENVIAR:






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *