Droga para HIV pode tratar pacientes com tipo grave de câncer de mama

Nelfinavir
Nelfinavir

Inibidora da enzima protease, a droga Nelfinavir pode ser usada para tratar o câncer de mama HER2-positivo na mesma capacidade e dosagem que é usada para tratar o HIV, de acordo com um estudo publicado nesta sexta-feira no Journal of the National Cancer Institute. Este tipo de câncer de mama é conhecido por ser mais agressivo e menos sensível a tratamentos em comparação a outros tipos.

A Nelfinavir já foi usada para inibir o crescimento de certos tipos de cânceres e tem sido usada em ensaios clínicos como um agente quimioterápico ou um radiossensibilizador para a terapia. No entanto, os seus efeitos sobre o câncer de mama HER2-positivo ainda eram desconhecidos.

Para determinar o efeito do medicamento nesse tipo de câncer, Joong Sup Shim, do Departamento de Farmacologia e Ciência Molecular Escola de Medicina Johns Hopkins, e seus colegas examinaram a biblioteca de drogas da instituição e identificaram uma série de inibidores de células do câncer de mama, um subconjunto dos quais foi, então, utilizado para traçar o perfil farmacológico de sete linhagens de células genotipicamente individuais. Após identificar o Nelfinavir como inibidor seletivo das células de HER2-positivo, os pesquisadores determinaram a atividade antitumoral do medicamento em modelos de ratos.

Os cientistas descobriram que a droga, de fato, inibiu o crescimento de tumores HER2-positivo em ratos, e também que as concentrações necessárias para esse procedimento in vitro correspondiam ao regime de dosagem usado para tratar pacientes de HIV. “Com um perfil de toxidade relativamente baixo e as informações disponíveis sobre a medicamentosas e farmacocinética, o Nelfinavir está pronto para testes clínicos em pacientes com esse tipo de câncer”, escrevem os autores, acrescentando que a descoberta tem “implicações importantes no desenvolvimento do Nelfinavir e seus análogos como novos agentes anticâncer.”

Fonte: Portal de Notícias Terra

Compartilhe no Facebook

Digite seu endereço de e-mail e fique informado gratuitamente e clique em ENVIAR:






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *